Notícias

Boletim Redecomep - retrospectiva 2010

Nº 28/2011

[RNP, 25.01.2011]


    Esta edição do Boletim Redecomep traz uma retrospectiva com os maiores destaques da iniciativa ao longo de 2010.

    Inaugurações
    Em 2010 foram inauguradas redes metropolitanas em cinco cidades: Rio Branco (RBMetroNet); Boa Vista;  Campo Grande; Porto Alegre (MetroPOA) e Recife (Ícone). Agora restam apenas seis redes da primeira fase da iniciativa a serem inauguradas, sendo três em capitais do Nordeste, duas do Sudeste e uma do Norte: Alagoas (RAAVE),Teresina (Rede Poti), Palmas (MetroTins), Rio de Janeiro, Belo Horizonte (Redecomep-BH) e Porto Velho. Destas, uma já teve sua construção iniciada em 2010, a Metrotins, cuja inauguração está prevista para o primeiro trimestre de 2011.

    Parcerias
    Entre as parcerias firmadas em 2010 para as redes ainda pendentes de inauguração, um dos destaques foi a finalização da negociação entre o consórcio da Rede Metropolitana de Teresina (Rede Poti), a Eletrobrás Distribuição Piauí (Cepisa) e a RNP.

    No Rio de Janeiro, foi assinado convênio com a Linha Amarela, que possibilita o uso dos dutos desta via para passagem de parte dos cabos ópticos da rede metropolitana da cidade.
    Em dezembro, a RNP assinou um convênio com a empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa). O acordo estabelece a criação de redes metropolitanas em Castanhal, Santarém, Altamira e Marabá, que serão interligadas ao Ponto de Presença da RNP no Pará (PoP-PA) por meio da NavegaPará, infovia estadual coordenada pela Prodepa.

    Em dezembro, a RNP assinou um convênio com a empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa). O acordo estabelece que as redes metropolitanas em Castanhal, Santarém, Altamira e Marabá serão interligadas ao Ponto de Presença da RNP no Pará (PoP-PA) por meio da NavegaPará, infovia estadual coordenada pela Prodepa.
    Entre as redes já inauguradas, o destaque ficou por conta da adesão de uma nova instituição à rede metropolitana de Aracaju (MetroAJU) , o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS).

    Fase 2
    Com relação à fase 2 da iniciativa Redecomep, o destaque de 2010 foi o início da construção da rede de São Carlos.

    Relacionamento
    Desde que foi instituída, em 2009, a área de Relacionamento com as redes metropolitanas já realizou visitas em dez cidades: Campina Grande, Vitória, Palmas, Manaus, Goiânia, Recife, Cuiabá, Natal, Fortaleza e Porto Alegre.
    Como resultado destas visitas, foram assinados 15 Convênios de Cooperação Técnica (CCT), através dos quais a RNP faz a cessão de uso da infraestrutura para as instituições participantes da iniciativa, que assumem a responsabilidade de realizar a manutenção da rede seguindo as orientações do Comitê Gestor local. Foram assinados convênios com as seguintes instituições: Instituto Nacional do Semi-Árido (INSA); Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper); Embrapa Arroz e Feijão (GO); Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Instituto Nacional de Metrologia e Qualidade Industrial (Inmetro-MT); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT); Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso (Secitec-MT); Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM); Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac); Universidade Federal Rural de Roraima (UFRR); Instituto Federal de Roraima (IFRR); Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE); Embrapa-DF; Colégio Militar de Brasília; e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Ceará (IFCE).