Notícias

Boletim Redecomep

Nº 24/2010

[RNP, 27.09.2010]


    Nota da Comunicação
    Pedimos que sejam desconsiderados os e-mails anteriores, pois detectamos um problema técnico. Estamos trabalhando para solucioná-lo.
    Obrigado.

    Destaques
    O destaque desta edição fica por conta das inaugurações das redes metropolitanas de Porto Alegre (MetroPOA) e Recife (Ícone), realizadas respectivamente nos dias 31/8 e 3/9. Em Recife, a inauguração contou  com a presença do ministro de Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende. Com estas duas inaugurações, o total de redes em operação passa para 21, faltando apenas seis redes para concluir a primeira fase da iniciativa Redecomep: Belo Horizonte, Maceió, Palmas, Porto Velho, Rio de Janeiro e Teresina.

    Além disso, na segunda fase da Redecomep, a rede de São Carlos, após reunião de kick-off, realizada em agosto, iniciou a elaboração do projeto executivo da rede.No Centro-Oeste, o projeto executivo da Rede Metropolitana de Palmas (Metrotins), que foi refeito em julho, continua em aprovação pela Companhia de Energia Elétrica do Estado do Tocantins (Celtins).

    Na Região Norte,  a  RNP solicitou em agosto ajustes no projeto técnico da Rede Metropolitana de Porto Velho. As mudanças estão sendo providenciadas pelo Comitê Técnico desta rede.

    No Sudeste,  a Rede Metropolitana de Belo Horizonte (Redecomep-BH) continua em fase de implantação.Já no Rio de Janeiro, o projeto técnico relacionado ao trecho do Metrô aguarda aprovação final e o trecho da Supervia continua em construção.

    Redecomep - Fase 2
    Em Petrópolis, continua em discussão a primeira versão do projeto técnico da rede metropolitana desta cidade.

    Com relação às redes metropolitanas de Campinas, Ouro Preto/Mariana (INCONF.EDU) e Petrolina/Juazeiro (RedeVASF), está em elaboração o documento para iniciar o processo de contratação da empresa que irá construir as três redes.

    Em Niterói, permanece em negociação a assinatura de um convênio com a empresa de energia elétrica Ampla, documento necessário para o início da construção da Rede Metropolitana de Niterói (MetroNIT).

    Já em relação à rede de Pelotas, o projeto técnico continua em avaliação pela Coordenação Técnica da RNP. Também prosseguem as negociações com a Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul (CEEE), para uso dos postes para passagem dos cabos ópticos.

    Com relação às redes de Castanhal, Santarém, Altamira e Marabá, está em fase final de negociação a parceria  entre a empresa Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) e a RNP. A expectativa é que o convênio de cooperação técnica seja assinado  até a segunda quinzena de outubro. A parceria contempla o uso da NavegaPará, uma rede estadual de fibras ópticas, para interconexão das redes metropolitanas destas quatro cidades e de outras instituições do interior do Pará ao Ponto de Presença (PoP) da RNP em Belém .

    Relacionamento
    No dia 30/8, a RNP visitou a cidade de Cuiabá (MT), para formalizar Convênios de Cooperação Técnica (CTT) com as instituições participantes da  Rede Pantaneira. Para setembro, estão previstas visitas às cidades de Porto Alegre, Natal e Fortaleza. Em outubro, a prioridade será a articulação dos comitês gestores das redes de Uberaba e de Uberlândia.