Notícias

Boletim Redecomep

Nº23/2010

[RNP, 16.08.2010]


    Destaque
    O destaque desta edição fica por conta da inauguração da Rede Metropolitana de Campo Grande, realizada em cerimônia na Embrapa Gado de Corte, em 28/7. Com investimentos de aproximadamente R$ 930 mil a rede contou com a parceria da Empresa Energética de Mato Grosso do Sul (Enersul), do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e da Prefeitura de Campo Grande.

    A próxima inauguração prevista é a da Rede Metropolitana de Porto Alegre (MetroPOA) , marcada para o dia 31/8.

    Em Pernambuco, a inauguração da Rede Metropolitana de Recife (Rede ÍCONE), antes marcada para agosto, foi adiada para setembro.


    Centro-Oeste
    Em julho, o projeto executivo da Rede Metropolitana de Palmas (Metrotins) foi refeito e submetido à Companhia de Energia Elétrica do Estado do Tocantins (Celtins) para aprovação.


    Nordeste
    Com relação a Rede Metropolitana de Teresina (Rede Poti), continua em fase de avaliação pelo setor Jurídico da RNP o contrato com a Companhia Energética do Piauí (Cepisa).

    No dia 2/8, foi realizada uma reunião entre membros representantes da Eletrobras Distribuição Alagoas (Ceal), e dos comitês Gestor e Técnico da Rede Metropolitana de Maceió (RAAVE). No encontro, decidiu-se pela retomada da análise do projeto executivo da rede, que estava temporariamente suspenso por conta das fortes chuvas que atingiram o estado de Alagoas em junho.


    Norte
    O projeto técnico da Rede Metropolitana de Porto Velho está em análise pela equipe técnica da RNP, processo que está previsto para ser finalizado  até o final da primeira quinzena de agosto. Além disto, o traçado da rede já foi definido e o Comitê Técnico local fará os últimos ajustes, a fim de permitir que se passe para a fase de elaboração da Solicitação de Propostas.


    Sudeste
    Em Minas Gerais, foi assinado o contrato com a empresa Cemig Telecom, escolhida como fornecedora de fibra apagada (IRU) para a Rede Metropolitana de Belo Horizonte (Redecomep-BH), que  já está em fase de implantação.

    No Rio de Janeiro, o projeto técnico relacionado ao trecho do Metrô  aguarda aprovação final. Além disto, o convênio com a Light foi assinado e o trecho da Supervia já está em construção.  O trecho Linha Amarela continua em negociação e o restante da rede se encontra em processo de autorização junto à Coordenadoria de Obras do Município (O/Cor).


    Redecomep - Fase 2
    Os Comitês Gestores das redes metropolitanas de Campinas, Ouro Preto/Mariana (INCONF.EDU) e Petrolina/Juazeiro (RedeVASF), concluíram seus respectivos projetos técnicos.

    Com relação às redes de Castanhal, Santarém, Altamira eMarabá, continua em negociação um convênio de cooperação técnica entre a empresa Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) e a RNP.

    Em Niterói, continua em negociação a assinatura de um convênio com a empresa de energia elétrica Ampla. O documento é necessário para dar início à construção da Rede Metropolitana de Niterói (MetroNIT).

    Em Petrópolis, a primeira versão do projeto técnico da rede metropolitana desta cidade foi aprovada pelo Comitê Gestor.

    Já em Pelotas, o projeto técnico da rede está em avaliação pela Coordenação Técnica da RNP, e continuam as negociações com a Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul (CEEE), para uso dos postes para passagem dos cabos ópticos.

    Em agosto, foi realizada em São Carlos a reunião de kick-off para início da construção da rede.


    Relacionamento
    Durante as solenidades de inauguração das redes metropolitanas de Rio Branco (RBMetroNet) e Boa Vista (RedeBV), nos dias 29/6 e 1/7, respectivamente, a Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (FUNTAC) e  a Universidade Federal de Roraima (UFRR) assinaram Convênio de Cooperação Técnica com a RNP.

    Em julho, a área de Relacionamento da RNP promoveu reunião de articulação com a Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e o Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), para a constituição da futura Rede Metropolitana de Itajubá (MG).

    Ainda com relação a Minas Gerais, estão previstas para agosto as visitas da área de Relacionamento a Uberaba e Uberlândia, para articular a criação dos comitês gestores das redes metropolitanas destas duas cidades.